Trilhas

Com a confirmação de reserva no Hostel, em seguida poderemos estar auxiliando na contratação de guias por e-mail ou quando chegarem. Temos sempre á disposição Guias Credenciados pelo Parque Nacional Aparados da Serra e Serra Geral.

Confira aqui as fotos das Trilhas e Região.

Canyon Itaimbézinho - Bordas


Trilha do Cotovelo

canyon_itaimbezinhoÉ feita através da entrada principal do Parque Nacional Aparados da Serra, localizado junto a estrada que liga os municípios de Cambará do Sul (RS) e Praia Grande (SC). Seu início se dá à partir do Centro de visitantes, e se localiza a margem do Cânyon Itaimbézinho.

Destaque

Este é um dos passeios mais realizados por turistas que visitam a região. Seus aspectos poderão oportunizar ao visitante uma compreensão mais abrangente dos ecossistemas aqui existentes. Cada parada desta trilha refere-se um elemento, destacando-se hidrografia, floresta de Araucárias, campos de cima da serra, erosão, formação geográfica do cânyon, impacto ambiental, adaptação do ambiente, banhados e turfeiras, fauna associada, a observação de aves, beleza, ciência, clima. Finalizando com descanso, onde são destacados aspectos importantes no que diz respeito a preservação do meio ambiente.

Percurso

O percurso total é de 6 Km (ida e volta).

Dificuldade

Esta trilha apesar de possuir extensão considerável, foi considerada uma trilha de baixo grau de dificuldade.

Tempo de Caminhada

O tempo necessário para a caminhada e parada (ida e volta), se dá em torno de 2 horas.

Canyon Fortaleza - Bordas

Este Cânyon situa-se no Parque Nacional da Serra Geral. Considerado um dos maiores Cânyons existentes na região. Com uma extensão total de 7.500m (linha reta) e com uma profundidade de até 1167m.

canyon_fortaleza

Destaque

Principal destaque desta caminhada é a visão do Cânyon Fortaleza, nome dado devido a sua forma geográfica, lembrando as muralhas dos castelos medievais, com suas pontes e torres. Outro interessante destaque deste Cânyon, bem como do parque é a pedra do segredo (bloco monolítico de 5 m de altura que esta apoiada em uma pequena base de 50 cm, dando a impressão que irá cair a qualquer instante). Destacando-se, entre outras belezas que compõem o quadro, é por tanto a cachoeira do Tigre Preto, com uma sequência de 4 pedras, que resultam em aproximadamente 1 000m. Outro ponto a ser destacado é a pedra dedo de Deus, localizada no fundo do Cânyon. Por fim o vislumbre da vista principal e de seu simbólico Mirante, com seus 1.167 m de altura, permitindo uma visão geral do Cânyon, da região costeira e do litoral.

Percurso

Possibilidade de o visitante ir de carro até bem próximo ao Cânyon que corresponde à 23 Km de estrada de chão do município de Cambará do Sul (RS). O trajeto realizado à pé pela borda do cânyon, pode variar de 3 Km até 8 Km.

Dificuldade

Considerada uma caminhada de baixo grau de dificuldade.

Tempo de Caminhada

Duração de 2 à 4 horas, com várias paradas para observação.

Canyon Malacara - Interior

Localiza-se no interior do Cânion Malacara, Parque Nacional da Serra Geral. O início da trilha é pelo rio Malacara, na comunidade de Vila Rosa, no município de Praia Grande.

Canyon Malacara

Destaque

Destacando-se a vista total das paredes do Cânyon, com transição da Mata Atlântica e Mata Nebular. Banho na piscina natural. No decorrer da trilha pode ser observada espécie variada de fauna como tucanos, sabiás, pica-paus, urus, entre outros.

Dificuldade

Sendo de médio a alto grau de dificuldade (dependendo da capacidade física ou se o visitante estiver habituado a caminhar somente em pedras).

Tempo de Caminhada

Este passeio tem uma duração total de 4 horas (ida e volta), com paradas para observação.

Obs: Caso o visitante queira adentrar o Cânyon, onde nos possibilita uma vista mais completa da fenda, como de outros aspectos, alterando-se assim o tempo, a distância e o preço acima citados.

Trilha do Rio do Boi, interior do Canyon Itaimbézinho

Trilha localizada no Parque Nacional Aparados da Serra, Cânyon ltaimbézinho. Caminhada realizada dentro da fenda do Itaimbézinho. Nesta trilha pode ser observar a transição da Mata Atlântica e Nebular, em vários pontos em estágio de regeneração com vegetação escarpada e vegetais de pequeno porte. Este pode ser considerado mais um interessante e emocionante passeio possível de ser realizado no Parque Nacional Aparados da Serra.

trilha_riodoboiDestaque

Trilha do rio do Boi, é uma das poucas trilhas abertas, oficialmente no Parque Nacional Aparados da Serra, juntamente com trilha do Vértice e Cotovelo. Sem dúvida é uma das mais belas caminhadas realizadas neste Parque, principalmente por sua inconfundível e peculiar paisagem. Destaque da rica fauna, flora e sua fascinante geologia encontrada dentro do Cânyon. À medida que adentramos no Cânyon, estas características tornam-se cada vez mais perceptíveis e interessantes. Principalmente suas belas cachoeiras e suas cristalinas piscinas naturais, dentro de enormes paredes de até 720 m de altura.

Percurso

O percurso total da trilha é de 12km (ida e volta).

Dificuldade

Esta trilha é considerada de alto grau de dificuldade, já que a maior parte da caminhada é feita em pedras, estas margeando o rio. A constante necessidade de atravessar o rio, algumas vezes, com água até a altura do joelho, predispõem do visitante uma certa mobilidade física e condições de adaptação as prováveis dificuldades encontradas pelo visitante.

Tempo de Caminhada

Tempo de caminhada (ida e volta) pode variar de 5 horas a 8 horas, contando com as paradas para banhos e observações.

Café Rural

Depois do belíssimo passeio do Rio do Boi os visitantes podem saborear um delicioso café rural, que fica localizado em uma casa familiar a caminho da trilha.
No café é servido inúmero tipo de produtos gastronômico típicos, sendo que a maioria é produzida na própria propriedade. Entre os produtos é possível degustar milho verde, pizza caseira, paçoca de pinhão, paçoca de amendoim, pastel, pão caseiro, caldo de cana, sucos e uma imensa quantidade de doces caseiros entre outros. Os visitantes já elegeram o café como sendo “O final feliz de sua trilha”.

Vale da Pedra Branca - Escalaminhada

O início da trilha se dá na comunidade de São Roque em Praia Grande-SC. Com uma distância de 21 Km de estrada de chão até a comunidade.

vale_pedrabrancaDestaque

Destaca-se a vista parcial do Vale da Pedra Branca, com vista total da parede de Pedras Brancas, bem como de piscinas naturais sustentadas por belíssimas paredes de basalto ali destacadas. Sendo que seu maior fluxo d’ água é recebido pelos cânyons Faxinalzinho e Josafás, estes localizados nos Parques Nacionais Aparados da Serra e Serra Geral. Outro destaque interessante são as passagens pelas pontes de arames, as quais unem os dois estados do sul do país, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, divididos pelo rio Mampituba e Roça da Estância.

Percurso Total da Trilha

Total de 2 a 10 Km (ida e volta).

Dificuldade

Considerada de baixo grau de dificuldade.

Tempo de Caminhada

Dependerá exclusivamente da disposição do visitante, sendo que poderá ser de 40 min a 4 horas.